segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

A ESSÊNCIA BEAT

De fato a história da contracultura americana é fascinante.
Um movimento social criado a partir dos anos 50 pela chamada Geração Beat, com a santíssima trindade dos poetas beats:Jack Kerouac, Allen Ginsberg e Willian Burroughs e na esteira outros escritores beat.
Michael McClure, Gary Snyder que tocou o berrante durante o I Encontro das Tribos no Golden Gate Parque, em 1967, Gregory Corso, o poeta negro LeRoi Jones, Anne Waldman, Lawrence Ferlinghetti entre outros.
Até a chegada da Feira de Arte e Música de Woodstock, antes um pouco o Festival de Folk&Jazz de Newport, Monterey...

Essa essência permeia até hoje em todas gerações.

A Mostra Geração Beat no CCBB entre 08 e 26 de Fevereiro, resgata naquele ritmo do bebop toda a sua essência.
O Beat vive..


Curiosidades da Geração Beat:
Jack Kerouac levou três semanas para escrever a bíblia beat "On The Road"

E para isso, ficou sete anos viajando "NA ESTRADA".

Outro dado curioso.Neal Cassady, nunca dormia, emendava trabalho com noitada, não comia, falava o tempo todo, quase sem parar...

Impressionante foi encontrado morto num trilho de trem no México.

A poetisa Anne Waldman do movimento beat da época aparece dando o seu depoimento no documentário: William Burroughs-Um retrato íntimo.
Em 1984 algo incrível aconteceu:

Finalmente, "ON THE ROAD" é lançado no Brasil e outros clássicos da literatura beat.

O protagonista desse perfil tinha 24 anos e começou a sua imersão por essa literatura...Nada mal.

Tendo em vista que hoje ele tem 56 anos.

Agradecimento:

Muito bom saber que esse documentário ´postado pelo protagonista desse blog tem servido de base para trabalho acadêmico.
O blogueiro agradece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário