sexta-feira, 22 de julho de 2016

MAIS SOBRE A DÉCADA DE 70...(em construção)


Os anos 70 realmente ditou o som do futuro...Ele veio se aperfeiçoando a partir da década de 50 e 60...

Já no finalzinho do anos 60, a década ímpar vinha pra ficar...
Os anos 80 foi sem dúvida a década transitória que vinha na esteira do que tinha acontecido e que preparava mais um vento da mudança para o início da derrocada sonora e cultural...A bestialização começava sua infestação de pragas culturais e musicais...A tenebrosa década de 90 ganhava força...
Na virada do século um número par adicionado com três(0) preparava ainda mais o declínio...Estamos em 2016...
Dezesseis anos do câncer cultural e musical que parece não ter cura e se espalha em todo o mundo.

Fernando Medeiros(colaboração)


 É Isso aí...mas olhe também que curioso. Se olharmos, os 70's também abriram as portas para as porcarias. O punk rock, o pop que assumiu uma cara definitivamente canalha...o pop sempre foi canalha, mas a partir dali, com os produtores ávidos por dinheiro a coisa saiu do eixo... a new wave e bandinhas que essas sim, ficaram datadas..a música e tudo o mais dos 80 são datados até os ossos. 
Sei lá, o dinheiro falou mais alto, a música se encheu de oportunistas que viram nela uma forma de se entupir de grana, um bando de gente sem talento real, uma infinidade de músicos meia bomba que jamais chegariam aos pés da geração anterior, com raras exceções...sempre tem.. e como você diz no texto, e concordo...nos 80 ainda existiam mudanças (e foi bom pra trabalhar, justiça seja feita..tudo estava fervendo novamente) e depois...a situação foi ficando esquisita.
O que  de lá pra cá realmente vale? O monte de gente tentando ser cool e emulando defuntos como se fosse coisa nova, o pseudo psicodelismo de bandas barulhentas, os moderninhos, quilos de distorção pra maquiar o que não existe, as porcarias metaleiras, a punhetação dos músicos formados em escolas...grunge, fusion sem vergonha, modernismos que nada dizem, repetição, repetição, falta de imaginação...cansei rss.



Nenhum comentário:

Postar um comentário