sábado, 23 de abril de 2016

ENTREVISTANDO A MIM MESMO..

Um grande revolucionário, Jesus Cristo.
Um cara revolucionário, Big Boy, 
Um músico revolucionário...caramba!!...complicado...cito Hendrix, Coltrane, Miles, Hermeto.
Uma época incrível...toda a década de 70 em toda a sua seara.
Personalidade fundamental...Meus Pais.
Livro...outra complicada...todos que li.
Amigos...é coisa pra se guardar, senão querem, paciência.
Mulher exemplar: Minha mãe claro.
Cara du Karaio, Meu pai.
Duas figuraças: Meus gatos.
Melhor som...todos que escuto na Toca da Lapa.
Melhor Filme: Sem Destino, simples e direto ao assunto.
Melhor temporada de vida...Meus nove anos ao lado do Hermeto Pascoal e Grupo.
Situação que nunca viveu e nem gostaria: Ser Pai e colocar filho no Mundo, não nasci pra isso.
Realização: Hummm...escrevi um livro e vou mandar ver em outros.
Melhor indumentária. Jeans e camiseta.
O que não pode deixar na Toca da Lapa: minha bolsa de couro, não saio para lugar nenhum sem ela.
Uma vantagem dos "tempus mudernos"- A INTERNET.
O que não compra mais: CD, DVD(baixo tudo que encontro). E faz muito tempo...duas décadas ou mais.
Uma invenção bacana...O smartphone.
Uma coisa chata...são os chatos, os pedantes, os arrogantes, OS QUE NÃO DIZEM NADA COM PORRA NENHUMA.
O que vale viver: Ser autentico.
O que não vale: Ser uma pessoa comum.
Frase: Cidadão Universal de Passagem pelo Planeta Terra aguardando a hora de embarcar numa nave mãe e sair do Planeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário