quarta-feira, 30 de março de 2016

Enfim, agora sou homem- Publiquei um livro...


Pois é...finalmente uma parte da minha memória sonora publicada...anos e anos acumulando conhecimento de som vem sido colocado à tona via suporte físico ou códice na linguagem acadêmica da Biblioteconomia.
Muita leitura, muito som sempre permeou a minha vida em busca de algo que respeito muito e base vital para continuar vivo até hoje. O som, os anos 70, sou idealista de fato e de direito com uma dose cruel pelo meu trabalho, vivo dele e sempre fui adepto do estilo "fazendo o que gosta" mesmo nos vintes anos que passei olhando para computadores em três Instituições financeiras.

          Entrei nessa com dez anos e nunca me vi fazendo outra coisa, a não ser levantar essa bandeira do som, dos anos 70, da supremacia da música instrumental brasileira e afins. Tive sorte de conhecer grandes criadores sonoros: De John Mclaughlin, passando por Chick Corea, Miles, Paco DeLucia, Zé Eduardo Nazário e o fantástico GRUPO UM. Pessoas como Daniel Roland, o criativo DUOFEL.. e culminando na maior experiência sonora para um garoto de 24 anos- A ESTADIA POR NOVE ANOS NA USINA CRIATIVA HERMETO PASCOAL E GRUPO.São tantos que não cabe em linhas digitadas nesse blog ativamente ativo desde maio 2010.
          Equipamentos, fios, cabos, agulhas, cápsulas, fita cassete, fita de vídeo, formato digital, analógico, vinil, literatura, arte, cinema é o meu mundo e nele vou partir quando chegar a hora.  Sou muito agradecido por tudo até o presente momento e fica aí registrado o primeiro projeto de uma série de mais dois, e um difere do outro. Obrigado a MultiFoco Editora...
Na boa...o texto flui...daqui a pouco isso aqui vira outro livro...

Nenhum comentário:

Postar um comentário