sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

O AVANÇO DA TELECOMUNICAÇÃO NA TOCA DA LAPA

Bom, todo mundo sabe que sou adepto da TI e CI em toda a minha vida sempre fui ligado em tecnologia...E com uma certa resistência em gastar grana para a troca de alguns aparelhos.     

Vejamos, até pouco tempo vivia um atraso em relação a isso: Ainda empregava um fax Panasonic que somente servia como telefone e secretária eletrônica e vinha apresentando diversos probleminhas técnicos que cortava a ligação no meio irritando o amigo e mentor do plano das ideias Claudio Cunha e ao mesmo tempo ele proferia: Cara, joga esse fax fora, compra um telefone sem fio moderno...e vivia enchendo o saco para coçar o bolso...
Nesse meio tempo, vinha ele de novo: Cara, está na hora de você comprar um smartphone, esse é tão velho que nem câmera tem...vai por mim...e vivia martelando...só dando ideia para eu gastar grana...


Não satisfeito...veio com mais essa: Cara, você não recebe hóspede na sua casa? coloca um wifi e certamente sempre resistindo as pressões do amigo falador...
A pressão foi tão grande que  consecutivamente  joguei o fax fora e descolei um Motorola sem fio completo...No meio fiz uma maluquice, cancelei a Velox via cabo e cai dentro da PredialNet com internet condominial via rádio...E
por fim, o tão aguardado salto tecnológico dentro dos anais da Toca da Lapa. o tal Motorola G 16 gb de segunda geração e ainda coloquei um cartão de memória de 32gb Ultra para HD.     
Essas mudanças ocorreram nesses últimos cinco meses, feito inédito para um cara como eu..

E tive uma queda na minha receita e tudo por culpa dele...E hoje vejo as maravilhas que isso tudo tem me proporcionado...
Em tempo: A ideia do livro "Memórias de um cara que gosta de som, dos anos 70- Do papel a Era da Internet" é dele: Um dia, ele disse: Cara, tu saca tanto de som, vai lá e escreve um livro...E hoje tenho outro pronto e logo esse vai sair...
E a sua próxima pressão é que o documentário filmado em 2008, o "RIO SOM INSTRUMENTAL" saia das fitas e vire o primeiro documentário sobre a cena instrumental carioca.



Agora o detalhe: ELE NÃO SOLTA GRANA E SÓ FICA NO PLANO DA IDEIAS ...

Mas é um grande cara...É a minha homenagem a ele.

Claudio Cunha, 35 anos de amizade...O AZAR É DELE...KKKKKKKK

Nenhum comentário:

Postar um comentário