quarta-feira, 11 de novembro de 2015

SOBRE METHENY, PAT, MÚSICO DAS SEIS CORDAS.


Pat Metheny, surgiu no mundo do jazz contemporâneo quebrando certos paradigmas, magro, cabelo comprido, com cara de paisagem e portando uma Gibson ES-175 sem efeitos distorcidos muito em voga naquela época e ainda caiu na graças do Manfred Eicher, o big boss da gravadora que um dia profetizou que gerava "O MELHOR SOM DEPOIS DO SILÊNCIO"
Seu disco de estréia o antológico "Bright Size Life", é considerado o melhor disco em trio já produzido por ele, muito por conta da participação esfuziante do Jaco Pastorius e segurando os dois o batera Bob Moses.
Sua excessiva produção com o PAT METHENY GROUP e as constantes mudanças em sua formação, causou desgaste e a música foi ficando repetitiva...enfadonha..,
Ao mesmo tempo tecia projetos paralelos com grandes instrumentistas como: Dave Holland, Roy Haynes, Herbie Hancock, montando trios com grande criatividade sonora. Seu trabalho à frente da THE UNITY BAND é bem palatável, com a presença elegante do sax pós-Michael Brecker, Chris Potter que dispensa qualquer comentário de tão bom que ele é.

É isso ai, bom dia!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário