domingo, 4 de março de 2012

LIS DE CARVALHO CAMINHO DE DENTRO-UMA PRÉVIA

Concerto completo realizado no SESC INSTRUMENTAL EM SAMPA.


Pré-lançamento do seu primeiro disco liderando um pequeno combo formado por Daniel D'Alcantara(trumpete e flugelhorn) Célio Barros(baixo e produtor do seu disco) via PMC(Produção de Música Contemporânea) e Giba Favery(bateria)


Uma apresentação honesta revelando o seu lado de compositora. A pianista executa temas autorais de composições já feitas há algum tempo.

Destaco o tema DE NOITE.(pela abertura free de Barros e na sua concepção)
Destaque para o baterista Giba Favery que deu o suporte perfeito para essa apresentação.
Apesar de ser um concerto burocrático. Temos como ver e ouvir a ideia do seu trabalho.
Com alguns ecos da escola do piano europeu com Esborjn Svennson, uma pitada de Jarrett e algum arrojo em determinados temas como "DE NOITE" e improvisos super-discretos.

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES:

Talvez por nervosismo de uma pré-estréia gravada na TV. É Praticamente a sua segunda apresentação com esse trio... fica claro como Barros, D'Alcantara e Lis ficam presos a partitura praticamente a apresentação inteira(nada contra tocar lendo) Porém...isso demonstra falta de entrosamento com poucos ensaios(creio eu) e uma certa insegurança do líder.
Certamente, isso também se deve ao fato de ter dedicado uma boa parte da sua carreira lecionando na ULM(Universidade Livre de Música) atual EMESP-TOM JOBIM(uma O.S ligada ao Estado de São Paulo)
Lis de Carvalho, do Primeiro Grupo Feminino Instrumental Kali(anos 80) marcou a sua carreira. Tocou também ao lado de Edu Lobo, Walter Franco e Grupo Coral e Instrumental TOM DA TERRA(seu segundo maior trabalho) e na Teledramartugia produzindo trilha sonora para o SBT.

Certamente, Lis de Carvalho fez parte durante os anos 80 do circuito de jazz e música instrumental da cena paulista ao lado do baterista Duda Neves...Década promissora no circuito instrumental no eixo RIO-SAMPA.

Por quase vinte anos se dedicou há algumas participações(Programa Altas Horas, ao lado do baixista funk-fusion Celso Pixinga ou acompanhando o seu ex-parceiro Cesar de Mercês(do extinto grupo de rock progressivo e rural O TERÇO) e cuidando da área educacional formando e educando jovens talentos.
Lis de Carvalho, agora faz o seu retorno ao tão predatório circuito instrumental, e ainda enfrentar a crise(financeira e criativa) que se assola nesse nicho. Esperamos que seu CAMINHO DE DENTRO possa dar o caminho certo para o seu som, nos resta saber para onde...

BOA SORTE LIS DE CARVALHO...


E não poderia deixar de citar o grande expoente do trumpete paulista Daniel D'Alcantara.


OBSERVAÇÕES DO BLOG:

Lis de Carvalho, fez pouco emprego do piano elétrico Fender Rhodes(cedido por Barros) que poderia ter feito a diferença nesse show, dando um molho a mais.

Prá Luiza(uma levada bossa-novistica em homenagem a sua filha)
Salssando(um tema latino, já gravado por Celso Pixinga)
Sua alma comigo-piano solo.
Sonata Brasileira- Uma sonata em choro-samba(Segunda melhor composição)
Invernal, outro tema também tocado e gravado por Celso Pixinga.

SOBRE O ASPECTO COMPOSICIONAL:


Lis, se ateve em tocar suas composições feitas em outras épocas. Faltou trabalhar mais arranjos dividindo ou dobrando vozes entre os músicos.
Se limitou a desenvolver o tema e fazendo a ponte para alguns vôos do trumpetista Daniel D'Alcantara que demonstrou clareza e precisão no fraseado.
A linha de baixo foi precisa de Barros, que brilhou em alguns momentos, além da sua condução que cumpriu bem o seu papel(tinha mais espaço dentro da melodia),
Coube a distribuição de frases, divisões, condução e sustentação rítmica do Favery que abrilhantou todos os temas.
Em relação ao líder que se saiu bem...já que todas as suas composições são de sua autoria.
Faltou mais arrojo nas passagens dos solistas e uma linha de improvisação mais densa e criativa com ideias na mão direita e aplicando a chamada e resposta entre os interlocutores musicais do seu Combo.
É isso...até um outro dia...






SET LIST: Na ordem da apresentação no SESC INSTRUMENTAL.

Caminho de Dentro.
Jaboticaba.
Salssando.
Invernal.
Sua Alma Comigo(piano solo)
De noite.
Prá Luiza.
Sonata Brasileira(o link mais votado no momento)

Todas as composições são de autoria de Lis de Carvalho.
Tempo total: 63'12''


Outras matérias referentes ao trabalho de Lis de Carvalho, pesquise no blog em publicações antigas.



















2 comentários:

  1. A série SescInstrumental, visa fomentar a produção instrumental de São Paulo, assim como em todo o Brasil.
    Grandes expoentes, já imprimiram a sua marca no tão escasso espaço televisivo para expor os seus trabalho.
    Uma bela iniciativa.

    ResponderExcluir